Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Chegámos à metade do mundo!

Ao ponto que marca a linha do Equador, e que divide o mundo em duas partes!

Apanhamos um autocarro desde o centro de Quito até esta zona meio inóspita entre montanhas e que tem o conhecido monumento de 30 metros que representa o centro do mundo. Aliás, eu pensava que o complexo turístico só tinha este momumento e nada mais, mas enganei-me (como acontece 80% das vezes nas viagens, em que pensamos que uma coisa é de uma forma, mas afinal é doutra). Neste caso foi para melhor.

A cidade Metade do Mundo é uma das atrações mais visitadas por quem vai a Quito. A 13 quilómetros da capital, o parque aguarda os turistas com um grande monumento que marca a divisão do nosso planeta em dois hemisférios.

O que leva as pessoas a visitar este sítio é basicamente a fotografia. Não é um passeio que eu diria que era imperdível, mas sem dúvida é divertido e é daquelas coisas que há que ver, que faz parte do itinerário.

Este complexo inclui muitas actividades inerentes ao tema do planeta Terra, da história e de curiosidades do mundo… Ali encontra-se o “Museo Etnográfico Mitad del Mundo”, um museu sobre a etnografia indígena do Equador, exposições sobre a primeira Missão Geodésica da Academia Francesa de Ciências, onde se realizaram experimentos para testar o achatamento nos polos do formato da Terra, um museu do cacau, onde te explicam a história e como produzem o cacau, e…

Podes comprovar que pesas menos!

Sim! Por incrível que pareça na metade do mundo pesas menos devido à menor força gravitacional que existe ao estar no lugar mais longínquo do centro da terra.

Também se pode usufruir de uma experiência no planetário e degustar algumas comidas típicas deste país nalguns dos restaurantes que este espaço oferece.

Encontramos um sítio bem barato, ao contrário do que pensava que ia acontecer… 4,5 por pessoa por primeiro prato, segundo prato e sobremesa. Eu pensava que ao ser um sítio turítico ía ser muito mais caro…

Mas há um truque no meio disto!

Quando fores almoçar a um restaurante pergunta sempre primeiro se oferecem “almuerzos”. Costumam ser contundentes e baratos, pela experiência que tive até agora. Os “almuerzos” são os nossos “menús do dia”.

Recinto da Metade do Mundo
Numa das cabanas que representam as casas dos antepassados deste povo
Senhora a explicar como produzem o cacau

Leave a comment

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach