Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Como comecei a fazer desporto?

Quando estava em Madrid, onde estudei, trabalhei e vivi durante um ano e meio, parei de fazer desporto. Tinha um bom trabalho na minha área, um bom salário, estava a descobrir uma nova cidade, e sobretudo estava muito feliz. Mas começou a onda da crise, não me renovaram o contrato e deixei a capital espanhola. Foi então que aproveitei para “fugir” até França e começar o caminho de Santiago de bicicleta desde ali. Cada dia dessa viagem fez-me perceber que queria aquela sensação de bem-estar que produz o exercício físico durante toda a minha vida.

 

IMG_6346

 

Foram mais de 1000km de paisagens impressionantes e exercício físico diário que me fizeram valorizar e saber relativizar certas situações. Foi uma viagem que me fez reflectir muito, onde me desafiei a nível físico e onde atingi metas que desconhecia.

Agora tenho mais consciência dos benefícios do desporto. Gosto mais de me ver ao espelho quando o faço, também sei que a minha cabeça funciona melhor (dentro do possível) e sinto-me mais forte nas tarefas do dia-a-dia. O corpo agradece.

É uma droga, mas que, – felizmente – se pode e deve consumir todos os dias.

 

IMG_6345

 

COMO COMEÇAR?

Eu diria que é melhor começar por algo que gostes e que te dê gozo. É uma maneira mais fácil de não ceder e de ser fiel à prática de exercício físico. Aconselho a procurares esse aliciante que não te fará recuar. Antes de correr é preciso andar e isto não serve só como metáfora; é literal: não é bom começar com exercícios muito fortes que podem causar lesões ou um esgotamento físico excessivo.

Eu pessoalmente gosto de aliar desporto e natureza. Com planificação, mesmo quem vive na cidade pode tirar um ou dois dias durante a semana para fazer exercício ao ar livre. É óbvio que se preferires ir ao ginásio é ainda mais fácil. Só é preciso organização. Mesmo que não possas hoje porque tens um dia muito ocupado, amanhã fazes exercício redobrado.

 

IMG_7250

Eu, pessoalmente, que sou freelancer, adoro treinar fora. É aquela altura especial do dia que tenho para me dedicar a mim.

A persistência leva a resultados, coisa que por vezes se anseia rápido demais. Por não conseguir esses resultados de forma imediata muitas pessoas perdem a esperança e a força por continuar a mover-se. Mas o processo é lento porque o corpo tem de se habituar.

 

IMG_7264

IMG_7266 (1)

QUAL É O TEU OBJECTIVO?

Cada um treina de acordo com o objectivo que tem. Sou completamente contra dietas loucas e momentâneas que não trazem nada de bom para o corpo e mente. O meu objectivo não é ganhar nenhuma medalha. É continuar a fazer exercício durante toda a minha vida e ter uma alimentação saudável e equilibrada. E o teu?

Leave a comment

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach