Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Comer devagar emagrece? (dicas para uma alimentação mindfullness)

Confesso que nunca fui muito fã da expressão “enquanto capa não se assobia” quando era referido “a falar à mesa”. Considero que “comer” é não só uma necessidade básica de todos os seres-vivos, mas também tem uma carga social bem inerente à própria palavra. Hoje vou explicar se comer devagar emagrece.

Quantas vezes não combinamos um lanche, almoço ou jantar com a familia e amigos? Quantas vezes não serve isso de pretexto para nos encontrarmos com quem mais gostamos?

Se há uns anos os nossos pais ou avós nos exlamavam essa expressão sentados à mesa (talvez por motivos maiormente religiosos – estarei enganada?), actualmente e pensando seriamente nessa expressão, concluo que pode haver um aspecto positivo dentro desta “imposição” de não falar enquanto se come.

Se estamos com mais gente enquanto comemos é mais fácil que comamos mais rápido e que não “prestemos atenção à comida”. Comer rápido demais faz com que o estômago não tenha tempo de enviar sinais ao cérebro de que está cheio e que é momento de parar, o que, normalmente, demora entre 15 a 20 minutos. Isso vai-se traduzir numa maior ingestão de alimentos.

Porque é que se diz que comer devagar emagrece?

Comer rápido e não mastigar o suficiente (devemos mastigar pelo menos 30 vezes), em geral, faz com que comamos mais calorias, o que vai dificultar o emagrecimento além de produzir outros problemas como má digestão, azia, gases ou barriga inchada e pesada, por exemplo.

Mas também é certo que outros factores influenciam “que não prestemos tanta atenção à comida”, como por exemplo as pressas, o telemóvel, o barulho ou confusão… Por isso, à hora de almoço tento sempre tirar um tempinho “para a comida consciente”.

Dicas para uma alimentação mais mindfullness:
  • Tentar concentrar-me só em mastigar e afastar-me do telemóvel (embora muitas vezes aproveite esse tempo para ver alguma coisa que não tive tempo, mas foco sempre a minha atenção no prato);
  • Cortar os alimentos em pedaços mais pequenos: isso vai ajudar no processo de mastigar os alimentos.
  • Almoçar num lugar tranquilo: que dê para relaxar; isso vai ajudar a concentrarmo-nos enquanto comemos.
  • Tento mastigar entre 20 a 30 vezes (os alimentos menos suaves) e entre 10 a 15 vezes os alimentos mais suaves.
  • Parar em determinado momento para comprovar se efectivamente estou cheia ou não.

Espero que estas dicas vos ajudem. Todos os dias temos novas coisas a aprender, e se servir para nos tornarmos melhores… Seremos e estaremos melhores também! Boa semana!

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach