Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Comer saudável não influencia só o corpo, também o ânimo

Uma das coisas que tenho comprovado desde que mantenho uma alimentação mais regrada e de que pratico exercício físico diariamente, é que a maneira como comemos pode ser determinante. Tanto para emagrecer ou manter o peso, como para ter mais energia durante o dia, para pensar de maneira mais clara, ou para não me custar tanto levantar muito cedo de manhã.

A minha alimentação foi mudando ao longo dos tempos, porque cada vez me fui informando mais. E porque o meu estilo de vida também mudou, naturalmente. Mas em casa os meus pais sempre me educaram bem a este nível. Sempre tive boa boca e sempre comi muita variedade de alimentos. Ah, e eu nem gostava de doces quando era miúda!

A única coisa que se calhar mudou mesmo desde aquela época foi não beber leite de vaca nem leite de vaca achocolatado (simplesmente porque me é pesado para o estômago) nem de comer tantos hidratos à noite (mas também, quem resistiria à comida da minha mãe?).

E porque sou apologista do EQUILIBRIO, gosto de fazer uma vida onde possa comer de tudo sem me privar de nada completamente, porque penso que a riqueza está na variedade. A alimentação saudável impacta a nossa estética e a nossa saúde física e mental de maneira muito positiva. É a base do bem-estar e da longevidade.

O que é ter uma alimentação saudável?

Uma alimentação onde haja carbohidratos e proteínas. São um básico e não podem faltar na minha alimentação (nem devem faltar na de nenhuma pessoa). Privarmo-nos deles ou consumi-los em excesso poderia ser muito perjudicial para o nosso organismo.

Dão-nos a energia que necessitamos, dão o combustível ao nosso cérebro, e prescindir deles seria cortar com bases muito importantes e necessárias ao nosso corpo. As proteínas são fundamentais para a defesa do organismo, por exemplo, responsáveis por abastecer os músculos.

Nunca tirei nem penso tirar os carbohidratos da minha alimentação!

Há pessoas que cortam nos carbohidratos (por recomendação de profissionais), mas isso normalmente acontece durante um período específico na vida da pessoa. Digamos que são tão essenciais na nossa vida que não podemos simplesmente retirá-los para sempre da nossa alimentação. Pão, cereais, arroz, massas integrais, batatas, frutas são alguns alimentos ricos em carbohidratos e que não descarto da minha alimentação diária. A falta destes alimentos poderia-me causar desconcentração, mau-estar, fome, tontura, falhas de memória e mau-humor.

O que faço para ter uma alimentação saudável?

Ao levantar-me bebo dois copos de água (antes de comer). Depois, dependendo da fome (que costuma ser muita) faço o meu pequeno-almoço – o meu cérebro deve estar preparado para gastar muita energia. Se me levantar ás 7 da manhã sou capaz de tomar dois pequenos-almoços e um lanchinho (de notar que o 2º pequeno-almoço nunca é tão forte como o primeiro).

Os meus pequenos-almoços são bastante variados…

…e aqui vocês podem encontrar várias ideias. Costumo consumir bebida vegetal, aveia, abacate, ovo (mexido, estrelado ou cozido), fiambre de perú ou de frango, pão de sementes (preferivelmente escuro), café (nunca com leite de vaca porque faz-se muito pesado no estômago e a digestão não é fácil). E eu até gosto de leite de vaca, mas não é compatível com o meu estilo de vida.

Nos lanches da manhã…

…tenho várias opções que gosto muito e que muitas vezes também servem de pré-treino. Alguns desses alimentos são a banana, o pudim de chia feito com leite vegetal, smothies de fruta e proteína, um ovo cozido e pão de sementes, tostas de milho com fiambre ou manteiga de amendoim ou de amêndoa (a segunda é mais saudável), etc.

Ao almoço tento incluir…

…um hidrato de carbono de absorção lenta, (isto é, um hidrato que me vai dar energia e saciedade durante mais tempo. Este tipo de hidratos têm um índice glicémico mais baixo do que os hidratos simples, por isso a sua ingestão vai contribuir para controlar os níveis de açúcar no sangue e para que fique saciada durante mais tempo). Exemplos? Arroz Basmati, quinoa, batata doce, legumes, grão, feijão, massa integral…). Além disso incluo também uma fonte de proteínas e legumes, além daqueles que como na sopa (o meu primeiro prato, sempre).

Ao jantar…

…costumo ingerir uma fonte de proteína, sempre depois da sopa que é obrigatória neste momento. Nesta refeição tento mesmo dispensar os hidratos de carbono porque não vou gastar essa fonte de energia. No entanto, não vai ser por uma vez que comas hidratos de carbono que vais “estragar” a linha ou que vais “estragar tudo”. Como disse, o EQUILIBRIO é a base.

AS MINHAS RECEITAS DE SOPAS AQUI!

Coisas que não me faltam todos os dias:

-Comer vegetais – em pelo menos – uma refeição por dia

-Beber água

-Comer duas peças de fruta por dia

-Comer frutos secos

 Benefícios de ter uma alimentação saudável?

Há tantos! Só há benefícios…

Além daqueles que falei logo no princípio, podes prevenir doenças, fortalecer os ossos, equilibrar as hormonas, regular o organismo, o humor, conseguir mais longevidade… Enfim, uma data de motivos para se viver mais feliz.

Precisas de orientação?

Fala comigo!

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach