Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Corrida matinal com vista para o Minho e para o castelo de Lindoso

Lindoso é realmente mais pequeno do que esperava!
Chegámos lá de noite, depois de termos estado em Soajo, uma vila igualmente pequena mas também com muito encanto.


Estacionámos mesmo ao lado do castelo, que aproveitámos para visitar mesmo á chegada. Estava tanto frio que parecia a Roménia (onde estava há um ano atrás!). Bem, tentando ignorar o frio, passeámos um pouco pelo castelo que não é muito grande – há que dizer-se – onde aproveitamos para observar os 64 espigueiros dos séculos XVII e XVIII. Para quem não sabe os espigueiros são construções de pedra que servem (ou serviam) para guardar e conservar alimentos (como o milho, por exemplo) longe da humidade e dos animais para mantê-los comestíveis.

img_4882
Na manhã seguinte, acordámos bem cedinho e o frio continuava.

Aproveitámos para aquecer com uma corridinha matinal pelas montanhas traseiras à aldeia. Metemo-nos pelas ruelas do centro da aldeia (as casas são todas de pedra, vê-se bem que são muito antigas). Por ali demos com um trilho bem interessante de terra batida. Então, subimos as encostas de pedra até encontrar umas vistas incríveis para o rio Minho e para a aldeia. Parecia mesmo uma aldeia encantada rodeada pelo seu castelo cheio de Lindo Verde.

Assim mesmo se chamava o restaurante onde fomos jantar na noite anterior. Tivemos de andar muito mais do que pensávamos para o encontrar! Com o frio que fazia foi complicado chegar, mas ao mesmo tempo, compensou, porque o jantar foi delicioso (um bacalhauzinho com batatinhas). Confesso que já tinha saudades. De qualquer forma, teve de ser abatido na manhã seguinte 🙂


img_4887img_4883
 
 

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach