Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Diz-me o Que Comes, Dir-te-ei Como Treinas

A maneira como comes é crucial para renderes na actividade física. Falei com a minha nutricionista Diana Ferreira, que me explicou que alimentos devo escolher antes e depois de fazer um treino de alta intensidade.  Dicas verdadeiramente úteis de nutrição na prática desportiva!

A Alimentação no Pré-Treino…

…visa fornecer energia para a realização do exercício de modo a não provocar fadiga muscular e assegurar um bom desempenho durante a atividade. O ideal será fazer uma refeição completa cerca de 3-4 horas antes do treino, composta por todos os macronutrientes e micronutrientes. Assim, deve ser composta por proteínas, hidratos de carbono de absorção lenta, lípidos, vitaminas e minerais.

Proteína – Exemplos: Bife de frango ou peru grelhado; Bife de vaca grelhado; Salmão; Atum; Bacalhau; Seitan; Tofu; Soja; Iogurte grego ligeiro natural.

Hidratos de carbono – Exemplos: Massa integral; Arroz integral; Quinoa; Batata-doce; Leguminosas; Pão integral, de centeio ou cereais.

Lípidos – Exemplos: Azeite; Óleo de coco; Manteiga de frutos secos natural.

Se não for possível realizar esta refeição pelo treino ser realizado nas primeiras horas do dia, devemos efetuá-la no jantar anterior.

1 Hora Antes do Treino…

…devem consumir-se alimentos com baixo índice glicémico, com o objectivo de fornecer nutrientes que sejam libertados lentamente ao longo do treino para que não se entre em acidose metabólica e sejam utilizadas as reservas de massa magra. Esta refeição também deve ser composta por alguma proteína e hidratos de carbono de absorção simples para utilização rápida de energia.

 

Alimentos a Inserir:

Frutos secos – Ricos em fibra, fitonutrientes, esteróis vegetais, arginina (anti-inflamatório), multivitamínico, antioxidantes, previnem lesões em detrimento do seu teor de cálcio e magnésio, entre outras propriedades.

Cafeína – Estimula o sistema nervoso central, provocando a diminuição da perceção ao esforço, auxiliando no rendimento, melhora o metabolismo e a lipólise. A recomendação do consumo de cafeína é de 1 a 3 gramas por kg de peso, sendo mais eficiente em atletas que não têm o hábito de consumir diariamente cafeína em café, chá verde e preto ou outros.

Alimentos Comer Antes Treino | Doramatos.com

Beterraba – O consumo de beterraba permite um melhor desempenho no treino pois possui níveis elevados de nitratos, aumentando os níveis de óxido nítrico, o que melhora a circulação sanguínea e consequentemente a utilização de nutrientes pelo músculo. Em adição, é rica em antioxidantes, melhorando todo o funcionamento do organismo.

Batata-doce ou aveia ou massa integral ou outro hidrato de carbono complexo em quantidade média para que exista sempre substrato energético;

Proteína – No auxílio da construção muscular, força e recuperação.

Alimentos a evitar: Gorduras (Carne com elevado ter de gordura, manteiga de frutos secos, queijos gordos e/ ou curados) pois atrasam a digestão, dificultando o processo de utilização de nutrientes; Leite e derivados sendo mal digeridos.

 

No Decorrer do Exercício…

…perdemos grande quantidade de água e sais minerais, ou seja, desidratamos. Para evitar estas situações é necessário ingerir água antes, durante e depois da atividade física.

Nutrição na Prática Desportiva | Doramatos.com

Se a Duração do Exercício for Superior a 1 Hora…

 

…é importante a ingestão de hidratos de carbono durante o treino para evitar a fadiga e promover a recuperação muscular.

Contudo, deve ser tida sempre em consideração a tolerância de cada um à ingestão de alimentos. Opte por uma bebida que contenha hidratos de carbono como as bebidas isotónicas ou desportivas que também fornecem minerais importantes para a recuperação física. Para treinos superiores a 3 horas a preocupação de ingerir bebidas com hidratos de carbono deve manter-se mas agora é importante adicionar o consumo de alimentos sólidos, também com hidratos de carbono de elevado índice glicémico (barras energéticas), para proporcionar a rápida absorção de glicose.

Nutrição na Prática Desportiva | Doramatos.com

Após a Prática de Exercício…

…é importante repor os níveis de energia e proteína para reconstrução do tecido muscular, assim é importante consumir alimentos com proteína e hidratos de carbono de absorção rápida, sem gorduras para que não ocorra atraso da digestão e os nutrientes sejam rapidamente utilizados. Nesse sentido recomenda-se o consumo de maizena (maltodextrina), 1-2 peças de fruta, peito de frango ou peru, lata de atum ao natural, 2 claras de ovo, queijo fresco magro, requeijão magro, iogurte grego ligeiro ou gelatina vegetal.

Durante um treino de alta intensidade produzimos radicais livres pelo que é crucial o consumo de alimentos ricos em antioxidantes (frutos vermelhos, vegetais de cor , entre outros).

IMG_5561

Também é importante o consumo de ómega-3, um anti-inflamatório que permite a diminuição da inflamação muscular e promove uma adequada recuperação. Este ácido gordo encontra-se em elevada quantidade no salmão, atum, cavala, sardinha, frutos secos e chia.

IMG_5560

Nutricionista Diana Moreira Ferreira (Cédula profissional nº 2583N)

https://www.facebook.com/doramatosblog/videos/639803219693408/

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach