Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Dicas para ser mais positivo, mais feliz e ter mais motivação

O optimismo, a motivação e a felicidade são como uma roda: um traz o outro. E para começarmos pelo princípio, há certas ideias que podemos tentar pôr em prática todos os dias, em prol da nossa felicidade diária.

1. TER ORGANIZAÇÃO

A organização é um ponto que para mim é fulcral (em tudo). Sem organização não fazemos nada. É importante definirmos o que queremos fazer para ver como o podemos fazer. É básico. E isto tanto é válido para o desporto como para a alimentação, como para qualquer vertente da nossa vida.

2. TER CONFIANÇA EM TI MESMO

Se não confiarmos em nós, acreditem que mais ninguém confiará, isso é certinho. Acreditar que podemos atingir resultados à base da persistência e do trabalho contínuo, é mais de caminho andado para chegar a bom porto.

3. SER PERSISTENTE

Ninguém disse que ser feliz seria fácil. Eu cá acho que aquela sensação de felicidade efémera que por vezes sentimos não é o termo mais correcto de “felicidade”. Eu sou uma pessoa feliz mas não estou sempre em êxtase (como se supõe que deve ser o sentimento de felicidade). Para mim o equilibrio é a base da felicidade. E a persistência serve para procurarmos o que mais nos faz sentir em harmonia, em equilibrio para posteriormente sermos mais felizes.

4. TER TEMPO PARA TI

Arranjar um momento a sós a fazermos o que queremos: sem filhos, sobrinhos, maridos e esposas, colegas de trabalho ou amigos. Ter tempo para nós sempre foi importantíssimo, seja para ler um livro, fazer desporto, meditar ou dar um passeio e pensar.

5. PRATICAR CONSUMO CONSCIENTE: MENOS É MAIS

Consumir menos, reutilizar mais e reciclar sempre. O consumo consciente pode ser praticado no dia a dia, por meio de simples atitudes. Eu sinto-me muito bem ao fazê-lo porque sinto que não só estou a fazer o bem para mim como para o meio-ambiente. Quer queiramos quer não, se nos sentirmos bem com o nosso ambiente, com o que nos rodeia, também vamos estar bem connosco.

https://doramatos.com/conselhos-para-seguir-viagem-sozinha/
6. NÃO SER DRÁSTICO NEM SOFRER

No que toca às dietas e nas idas ao ginásio existe uma tendência e atitude generalizada “em ter que sofrer”, em encarar a mudança com medo e pensar que é uma tortura “levantar pesos” ou muito difícil “comer de forma saudável”. Como eu disse anteriormente, não somos todos iguais: não temos de gostar todos de ir ao ginásio ou de fazer cycling. Temos de escolher uma actividade que gostemos, que desfrutemos muito. Só assim poderemos encontrar a paz mental e encontrar o equilibrio emocional. Quanto à alimentação saudável: as escolhas mais saudáveis não são cortar drasticamente nos hidratos de carbono, pesar a comida ou andar a contar calorias sem ler rótulos (na minha opinião). Penso que ainda falta muita informação de qualidade e penso que é preciso saber comunicá-la da forma mais clara.

7. NÃO FAZER DEMASIADOS PLANOS NEM CRIAR MUITAS EXPECTATIVAS

Deixa que as coisas surjam. Acredita que se trabalhares as coisas vão aparecer. Acredita que sim. O que semeamos colhemos sempre, de alguma forma. E mais uma vez: isto serve para todas as vertentes da nossa vida.

8. NÃO PARAR

A única vez que me lembro de ter parado, morri. Não fiques sentado no sofá a ver documentários de viagens nem a olhar para o Feed do Instagram a pensar que também querias estar ali, onde está a pessoa que segues ou a fazer o que ela está a fazer. Aprende. Encontra o que te completa. Só assim atingirás a felicidade e terás motivação para tudo.

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach