Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Às vezes só é preciso juntar dopamina e vitamina D

Hoje fui correr e comecei a pensar que há pessoas que são tendencialmente mais depressivas do que outras. Depois há outras que têm tanta energia e boa-disposição que quase se torna inexplicável aos olhos de quem não o é.

Há quem não lhe custe nada ir treinar todos os dias e há quem sofra todos os dias só de pensar em vestir o equipamento e calçar as sapatilhas, por muito que já tenha experimentado e comprovado que se sente sempre melhor no final. Mas às vezes só é preciso juntar dopamina e vitamina D.

Há dias bons, dias óptimos e dias nefastos. Já tive oportunidade de sair à rua para treinar nestes “três estados” e posso afirmar que voltei sempre muito melhor do que quando me levantei para ir. Como sabem, eu não sou muito de ir ao ginásio (vou dois dias por semana para fazer musculação e natação), sobretudo porque o que tenho aqui tem uma mensalidade muito cara, e uma vez que pago dois euros de cada vez que lá vou, não me compensa pagar mensalidade). Os restantes dias faço desporto ao ar livre e no mini-ginásio que tenho em casa.

O poder de correr ao sol

Ar livre e exercício físico são dois conceitos que se complementam na perfeição e que contribuem para o meu bem-estar depois de correr. Porquê? Pela dopamina que o meu cérebro liberta quando corro (como quem diz, felicidade). E pela vitamina D que me acompanha quando sai o sol, e que é tão importante para a absorção do nutriente.

Correr, dopamina e vitamina D | Doramatos.com

E aqueles dias que pensas que não tens energia?

E depois chegas ao alcatrão e até levantas pó…

Sim, com o desporto também te surpreeendes, e isso é mágico. A magia do desporto é algo tão autêntico que toda a gente o devia adoptar para as suas vidas. Sobretudo porque é algo completamente primitivo. Nós não nascemos para estar sentados numa cadeira o dia todo.

Desde os nossos antepassados que o exercício faz parte da vida do homem. A busca por comida…a busca, o movimento, a acção.  Fomos feitos para mover-nos, disso não há dúvida.

Correr, dopamina e vitamina D | Doramatos.com

“Mas tu não precisas disso, Dora.”

Sim, muita gente diz isto. E eu pergunto: “Não preciso de quê? Porquê? Claro que preciso.”

Realmente, na altura dos nossos pais, provavelmente era muito difícil ver rapazes e raparigas da minha idade a correr pelas aldeias. Mas felizmente agora não. Felizmente, as pessoas começam a entender mais de nutrição, mais de desporto, e começam a pô-los em prática nas suas vidas. Mas também ainda há muita gente que vê o desporto como unicamente uma maneira de emagrecer. Errado.

O desporto é mais do que isso. Muito mais. E mesmo nos dias difíceis em que é preciso uma motivação extra, temos a garantia de que está ali, à nossa espera, essa sensação de satisfação após o dever cumprido. Ir até ela só depende de ti.

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach