Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Dicas para comprar sapatilhas

Nunca estive tão vaidosa com os meus ténis de running.
Parece que á medida que me vou informando mais das características do calçado específico para correr, ainda gosto mais deles. Uma coisa é certa. Como eu costumo dizer, não sabes o que é bom até que um dia o experimentas.


Estes foram a minha prendinha de anos, por isso têm pouco mais de um mês, mas já têm alguns quilómetros em cima: 100km, desde 8 de Setembro, para ser mais precisa 🙂
E vocês a pensarem: assim não te vão durar muito!
Espero que me durem tanto como as minhas anteriores. Mas já estavam cadavéricas. E é sobre isto que vos quero falar: da importância do calçado de running quando vais correr.
 

 1. PRECISAS DE UMAS SAPATILHAS ESPECÍFICAS PARA CORRER

Deves tentar encontrar um calçado adequado ao desporto que pratiques. Tanto seja running como outra coisa, porque a mecânica do calçado está feita para responder ás necessidades que cada desporto exige.
É o elemento mais importante para correr. Houve algumas vezes que corri com outras sapatilhas (não apropriadas para o efeito, porque as minhas estavam molhadas por terem sido lavadas), e o treino não foi, de todo, o mais rentável nem o mais prazeroso. Sobretudo porque a comodidade não era a mesma e o rendimento também não (ou porque eram extremamente pesadas, ou porque não tinham amortecimento suficiente).
 

É recomendável renovar as sapatilhas de running a cada 800-1000 quilómetros.
 

2. NÃO AS USES NO TEU DIA-A-DIA E EVITA-AS SE FIZERES MUSCULAÇÃO

Usa as tuas sapatilhas única e exclusivamente para correr!
 

3. AS SAPATILHAS DE RUNNING TÊM DATA DE VALIDADE

Não sabias disto?  Eu também descobri há pouco tempo, antes de me oferecerem estas.
Os ténis vão-se deteriorando com o uso. Isso vai depender:

  • do teu peso.
  • da quantidade de vezes que os usas.
  • em que terrenos os usas.
  • em que condições climáticas os usas.
  • da biomecânica deles.

Primeiro o calçado vai perder amortecimento, que é algo importantíssimo quando vamos correr, sobretudo para os nossos joelhos, a parte do corpo que mais sofre com esta actividade física.

img_4316
Mas tudo depende de quantas vezes corres!

Uma maneira de fazeres as contas é: se correres 3 vezes por semana, vais ter de comprar umas novas a cada 8 ou 9 meses. Se correres 4 vezes por semana, deves muda-las a cada 6 meses.


Se pesares 70 quilos e fores correr 5 vezes por semana, aí o caso muda de figura e os teus ténis não devem passar dos 600km (4 meses, mais ou menos).
Isto é apenas uma estimativa. É óbvio que não temos de andar sempre a comprar sapatilhas. Tudo deve ter um ponto de equilíbrio, mas fica ao teu critério.
 E que acontece se eu continuar a usar uns ténis “fora da validade”?

Dizem que com o passar do tempo as moléculas de ar das unidades de amortecimento das sapatilhas vão-se deteriorando, incluindo os sistemas de gel ou solas de espuma, como tantos outros materiais sintéticos plásticos. Depois de um ano, mesmo que as sapatilhas sejam totalmente novas, pelo menos aparentemente, essas unidades de amortecimento perdem a capacidade de reacção e protecção, então as moléculas de ar colapsam com a idade. 


Sim, é verdade quando pensas “têm um ano, mas foram tão caros e estão como novos!”.
Mas quando corremos temos de ter em conta que o impacto do pé no chão é muito superior, comparado com o nosso peso. Por isso, de continuares com esses ténis velhos, primeiro começas com dores. Li também na minha pesquisa que podes ficar lesionado pelo facto de não o fazer.

DICAS PARA COMPRAR UMAS SAPATILHAS?
  1. O conforto é o mais importante. Independentemente do preço. Com estas eu sinto uma autêntica comodidade mesmo no momento de calça-las (ainda com o pé meio de fora). Sim, é verdade!
  2. O pé deve estar completamente ajustado ás sapatilhas.
  3. Não deves comprar umas sapatilhas demasiado apertadas porque não têm tendência a alargar!
  4. Antes de comprares umas sapatilhas, informa-te muito bem na internet ou com algum profissional do fitness, para que finalidade as queres (se para correr na estrada ou na montanha)
  5. Os dedos dos pés devem poder mover-se á vontade dentro da sapatilha.
  6. Deves conhecer as particularidades dos teus pés (se têm algo que normalmente te magoa noutro calçado). Eu, por exemplo, tenho o osso detrás do tornozelo muito saído, mas isso não me afecta nas sapatilhas de running…algo que me magoou nas duas primeiras vezes que fui correr porque as sapatilhas eram novas, mas o pé adaptou-se rapidamente e agora nem me lembro disso!
  7. Deves saber o teu peso, as lesões que tiveste ao longo da tua vida, a altura do arco do teu pé,a  tua flexibilidade, estado de forma…
  8. Deves saber qual é o teu tipo de pisada: pronador, neutro ou supinador.
  9.  O calcanhar deve estar bem fixo.
  10. Deves sentir que voas quando andas com elas!
img_3824
 TRUQUES PARA CUIDAR MAIS DOS TEUS TÉNIS?

Há alguns truques para cuidar mais o nosso calçado de running.

Sobretudo este tipo de calçado que é para uma função específica e que costuma ser tão caro.

  1. Não as ponhas na máquina de lavar a roupa. O ideal mesmo é lavá-las á mão. Sim, mesmo que estejam cheínhas de terra e seja muito difícil. Deves limpá-las com sabão neutro e com uma escova de unhas.
  2. Se fizeres musculação no gym, evita usá-las.
  3. Ata-as e desata-as quando as colocas e quando as tiras. 
  4. Seca-as bem (do suor, da água, da terra molhada, da areia molhada…)
  5. Evita pôr as sapatilhas ao sol ou ao pé de um aquecedor porque se podem esquartejar.

 
Vá, agora mexe-te, vai correr!

Deixa aqui o teu comentário

error: O conteúdo está protegido.
Dora Matos - Health Coach